Biografia

Lori Figueiró é fotógrafo e membro fundador do Centro de Cultura Memorial do Vale. Dentre
os trabalhos realizados estão as mostras fotográficas: “Dona Helena e seus saberes”, “Vale:
vida”, “D. Zefa, A Sacralização do cotidiano”, “Faces do Serro”, “Memórias da Cultura
Jequitinhonha”, “Sementes da terra maturada”, “Acender do barro” e a mostras virtuais
“Semeaduras” e “Eva de Jesus, o fazimento da farinha”. Em 2014, publicou o livro “Reflexos ao
calor do Vale”, em 2016, os livros “Cotidianos no Sagrado do Vale” e “O espelho as lembranças:
memórias do Vale”. “Sementes da terra maturada” em 2017, “Acender do barro”, “Salve
Maria! Os tambores do Rosário” e “Afloramentos” em 2018. “Das muitas formas de dizer o
tempo” com poesias de Adri Aleixo, “Louvores, louvores! Os tambores do Rosário” e “Mulheres
do Vale Substantivo feminino”, em 2019. Em 2020, “Sacralização do cotidiano” e “À luz do
algodão”.